Cantinho dos Amigos da Educação


sábado, 30 de junho de 2012

Atividades de Leitura com Parlendas e Trava-línguas



 Amigos,
este Material, foi  organizado através de pesquisas em blogs.  Bjs Sol  




Agosto é o mês do Folclore... Isto todo mundo sabe. O que todos sabemos também é o quanto esta data oferece de possibilidades para trabalhar a leitura e a escrita.
As sugestões apresentadas a seguir para o trabalho com parlendas e trava-línguas permitem explorar a oralidade, a criatividade e a leitura, dentre tantas outras habilidades.
Desenvolvemos estas atividades em sala de aula e todos adoramos.
Sugestões para as Parlendas
Foram apresentadas várias parlendas ao grupo. Após a leitura de todas elas, os alunos são convidados a apresentá-las da forma que quiserem. Surgiram as mais variadas ideias:

  * apresentar a parlenda usando bonecos de fantoche; 
  * dramatizar a parlenda; 
  *cantar a parlenda usando os instrumentos da bandinha; 
  *apresentar a parlenda usando gravuras e mímicas.

Sugestões para os Trava-línguas
A turma foi dividida em grupos. Todos os grupos receberam trava-línguas em comum e fizeram a leitura. Outras também foram apresentadas pelo professor. A seguir foram discutidas formas de se apresentar, para os outros alunos, os trava-línguas que a turma mais apreciou. As seguintes sugestões foram aplicadas na sala: 
 *Ler e bater palmas no início de cada palavra do trava-língua; 

 *Ler e bater o pé no chão quando pronunciar a sílaba mais forte de cada palavra; 

 *Ler e brincar com as palavras, lendo apenas as palavras destacadas; 

 *Completar trava-línguas conhecidos com palavras que rimam de sua escolha; 

 *Dramatizar um trava-língua, cantando como ópera; 

 *Ler, cantar e batucar um trava-língua.

As crianças adoraram estas atividades. 


Parlenda ;
A CUTIA ESTÁ COM DOR DE DENTE
DE TANTO, TANTO, COMER DOCE QUENTE.
A CUTIA ESTÁ COM PERNA DURA
DE TANTO, TANTO, COMER  RAPADURA.
A CUTIA ESTÁ COM DOR NO PÉ
DE TANTO, TANTO, TOMAR CAFÉ.


Leitura de parlendas na alfabetização inicial


Objetivos
- Ler textos conhecidos de memória, ajustando o oral ao escrito.
- Construir conhecimentos sobre o funcionamento do sistema de escrita alfabético.

Conteúdo
- Leitura.

Anos
1º e 2º anos.

Tempo estimado
Um mês.

Material necessário
Livro Salada, Saladinha (Maria José da Nóbrega e Rose Pamplona, 56 págs., Ed. Moderna, tel. 0800-17-2002, 20 reais), cartolinas e lápis de cor.

Desenvolvimento
1ª etapa
Selecione parlendas diversas, inclusive as que os alunos já conhecem. Escreva cada uma delas em cartazes para apresentá-las ao grupo e organize um momento para brincar com elas. Assegure-se de que as crianças consigam recitar os textos coletiva e individualmente.
Flexibilização para deficiência intelectual
Reproduza esses cartazes em folha sulfite e encaminhe ao AEE para que o aluno tenha mais oportunidade de aproximação e memorização.
 2ª etapa
Apresente o livro Salada Saladinha e proponha a publicação de uma coletânea de parlendas organizada pela turma. Oriente os alunos a decidir aspectos como "quem serão os leitores". Em grupos, eles devem manusear o livro para observar como ele é organizado.
Flexibilização para deficiência intelectual
Explique individualmente para o aluno, dê exemplos de atividades semelhantes que ele já participou e mostre algumas produções.

3ª etapa
Produza com a classe uma lista com o nome das parlendas conhecidas e proponha que selecionem as que vão compor a coletânea. Liste as tarefas que devem ser cumpridas para a organização da publicação, como a seleção de textos e a elaboração da dedicatória, das ilustrações e da capa, definindo o prazo para o lançamento.

4ª etapa
Distribua para cada dupla cópias de parlendas escritas em letra bastão, misturando um texto selecionado a outros do mesmo gênero que não foram escolhidos para o livro. Nenhum deles deve conter o título, para que os alunos tenham de fazer a leitura do texto inteiro a fim de identificá-los. Para selecionar o o que entregar a cada dupla, atente-se para as características quantitativas e qualitativas das parlendas. Observe o conjunto abaixo. A tarefa das crianças é localizar a parlenda Santa Luzia:






Texto I
SANTA LUZIA
PASSOU POR AQUI
COM SEU CAVALINHO
COMENDO CAPIM
SANTA LUZIA
QUE TINHA TRÊS FILHAS:
UMA QUE FIAVA
UMA QUE TECIA
UMA QUE TIRAVA
O CISCO QUE HAVIA

Texto II
SANTA CLARA CLAREOU,
SÃO DOMINGOS ALUMIOU.
VAI, CHUVA!
VEM, SOL!
VAI CHUVA!
VEM SOL!
PRA SECAR O MEU LENÇOL!

Texto III
CORRE, RATINHO
QUE O GATO TEM FOME
CORRE, RATINHO
QUE O GATO TE COME

Entregar aos estudantes os textos I, II e III; ou os textos I e II, ou ainda os textos I e III, consiste em decisões didáticas que apresentam distintos problemas de leitura. Entre Corre Ratinho e Santa Luzia, há mais contrastes quantitativos e qualitativos do que entre Santa Luzia e Santa Clara Clareou, o que torna a tarefa mais desafiadora.
A leitura dos textos I, II e III pode colocar desafios para as crianças que já pensam nos aspectos quantitativos do sistema de escrita, enquanto a proposta com os textos I e III é desafiadora para quem está começando a considerá-los. O tamanho das parlendas, a quantidade de estrofes, as letras usadas e a existência ou não de termos repetidos nos textos são alguns dos índices a considerar ao planejar as sessões de leitura.
Como sabem o que está escrito, antecipar onde isso está escrito é a primeira estratégia usada pelos estudantes. Nessas sessões de leitura, a ação dos alunos será buscar ajustar as cadeias orais aos segmentos escritos. Não é óbvia para eles a relação entre o oral e o escrito, entre as partes e o todo. Desse modo, favoreça que possam colocar em jogo o que sabem sobre o sistema de escrita, mas passem a incluir, ao longo das sessões, novos aspectos não considerados inicialmente.
Garanta que todos justifiquem essas antecipações levando em conta as marcas gráficas do texto. Identificados os textos a ser publicados, recolha as parlendas não selecionadas, deixando com cada dupla a parlenda escolhida. Solicite que todos planejem e executem as ilustrações dos textos e da capa do livro.
Flexibilização para deficiência intelectual
Diferencie as tarefas em cada grupo e flexibilize o tempo para o aluno com deficiência. Estimule o desenvolvimento oral dele. Peça que a família leia parlendas para ele e, de tarefa, que faça as ilustrações do livro.

5ª etapa
Reúna as parlendas ilustradas e a capa, proponha a escrita da dedicatória e comunique à comunidade escolar o lançamento da coletânea.

Produto final
Coletânea de parlendas.

Avaliação
Observe os progressos dos alunos em relação à construção do sistema de escrita e ao desenvolvimento de comportamentos leitores:
- Os estudantes memorizaram e se divertiram com as parlendas?
- Ampliaram o repertório de parlendas conhecidas?
- Realizaram as tarefas de leitura, arriscando-se a antecipar o que estava escrito e verificando as antecipações, considerando as marcas gráficas e os índices quantitativos e qualitativos?
_____________________________
   Modelos  de parlendas :



Parlenda:

Dedo mindinho,
Seu vizinho,

Pai-de-todos,
Fura-bolo

Mata-piolho.




 


Parlenda:Era uma bruxa


Era uma bruxa
À meia-noite
Em um castelo mal-assombrado
Com uma faca na mão
Passando manteiga no pão
Passando manteiga no pão.


 






Parlenda:

Vamos passear na floresta
Enquanto seu lobo não vem
- Seu lobo está pronto?
- Não, ele está tomando banho.
- Não, ele está comendo.

- Não, ele está dormindo.
- Tá!






Parlenda:

Com quem você

Pretende se casar
Loiro, moreno,
Careca, cabeludo,

Soldado ou ladrão
Qual é a letra do seu coração?
A, B, C, D......






Parlenda:


Meio dia,

Macaco assobia
Panela no fogo
Barriga vazia.


 



Parlenda:

O rei mandou me chamar
Pra casar com sua filha
Só de dote ele me dava
Europa, França e Bahia.
Me lembrei do meu ranchinho
Da roça, do meu feijão
O rei mandou me chamar
Ó seu rei, não quero, não.


 




Parlenda: 
 

Um homem bateu em minha porta
E eu abri

Senhoras e senhores

Dá uma voltinha,
Senhoras e senhores
Pulem de um pé só,
Senhoras e senhores

Põe a mão no chão,

E vai ... pro olho ... da rua!





Parlenda:





Quem cochicha
O rabo espicha

Come pão                      
Com lagartixa
Quem escuta
O rabo encurta
Quem reclama

O rabo inflama
Come pão

Com taturana.






Parlenda:

Pisei na pedrinha
A pedrinha rolou
Pisque pro mocinho
Mocinho gostou

Contei pra mamãe
Mamãe nem ligou

Contei pro papai
Chinelo cantou.





Parlenda:


O tempo perguntou para o tempo:
Quanto tempo o tempo tem?
O tempo respondeu para o tempo
Que o tempo tem tanto tempo
Que nem o tempo poderá dizer
Quanto tempo o tempo tem
.

 ( Retirado do blog brincando com cores )....

CIRANDA DAS PARLENDAS E ADIVINHAÇÕES
   
 Esta semana iniciamos as atividades referentes ao projeto Ciranda das Parlendas e Adivinhações, que tem como objetivo vivenciar a cultura popular, incentivando o desenvolvimento da habilidade de leitura e escrita. Nesse sentido as crianças verbalizaram o que sabiam sobre adivinha, conheceram o conceito sobre o que venha a ser uma adivinha e citaram algumas que já conheciam.
As adivinhas e suas origens
   
AS ADIVINHAÇÕES SÃO TEXTOS CURTOS, GERALMENTE ENCONTRADOS NA FORMA DE PERGUNTAS E SERVEM PARA DIVERTIR, PROVOCAR CURIOSIDADE E DESENVOLVER O RACIOCÍNIO LÓGICO.
A origem das adivinhas é muito antiga. A adivinha é uma forma literária estrutura desafiadoraque tem a  desses antigos enigmas. Deve ser encarada como uma brincadeira que é tal como os contos tradicionais infantis, especialmente orientados para o desenvolvimento das capacidades mentais das crianças. De fato, a adivinha é uma forma de ginástica mental. Como os outros jogos educativos, têm necessariamente, o sentido de competição e de vitória. Mas, neste caso, a vitória e o prazer conquistam-se pelo descobrimento do sentido das palavras, quando se compreende a lógica da adivinha.Em resumo, o uso das adivinhas, como forma de convívio social entre adultos e crianças, desenvolve nesta a disciplina, o raciocínio e aumenta a agilidade mental, desenvolvendo a observação imaginativa. As tradições e jogos populares podem ser aproveitados para a educação. Se quisermos uma educação de qualidade, é preciso lembrar que não se aprende bem sem desenvolver a memória e as capacidades do espírito. Se tirarmos o prazer de brincar enquanto se aprende dificultaremos o desenvolvimento da capacidade para ler, no futuro, os textos escolares. Por isso a importância das crianças brincarem, contem e leiam histórias devidamente explicadas.Afinal, a leitura é um prazer que também se ensina.  
A importância das Adivinhas 




    A adivinha é uma forma literária que tem a estrutura desafiadora desses antigos enigmas. Deve ser encarada como uma brincadeira que é tal como os contos tradicionais infantis, especialmente orientados para o desenvolvimento das capacidades mentais das crianças. De fato, a adivinha é uma forma de ginástica mental.
    Como os outros jogos educativos, têm necessariamente, o sentido de competição e de vitória. Mas, neste caso, a vitória e o prazer conquistam-se pelo descobrimento do sentido das palavras, quando se compreende a lógica da adivinha.
    Em resumo, o uso das adivinhas, como forma de convívio social entre adultos e crianças, desenvolve nestas a disciplina, o raciocínio e aumenta a agilidade mental; desenvolvendo a observação imaginativa. As tradições e jogos populares podem ser aproveitados para a educação. Se quisermos uma educação de qualidade, é preciso lembrar que não se aprende bem sem desenvolver a memória e as capacidades do espírito. Se tirarmos o prazer de brincar enquanto se aprende dificultaremos o desenvolvimento da capacidade para ler, no futuro, os textos escolares. Por isso é importante que as crianças brinquem, contem e leiam histórias, devidamente explicadas.

PARLENDAS
   

DEFINIÇÃO:AS PARLENDAS SÃO CONJUNTOS DE PALAVRAS COM ARRUMAÇÃO RITMÍCA EM FORMA DE VERSOS, QUE PODEM RIMAR OU NÃO. GERALMENTE ENVOLVEM BRINCADEIRAS, JOGOS OU MOVIMENTO CORPORAL, ALÉM DE ENSINAR BRINCANDO.
A importância das Parlendas para a Aprendizagem
   
     A PARLENDA faz parte da linguagem folclórica presente na cultura popular e é transmitida oralmente através das gerações. Como toda manifestação folclórica, com o passar do tempo vai sendo reconstruída, apresentando variações, dependendo da região. Elas fazem parte do folclore brasileiro, pois representam uma importante tradição cultural do nosso povo.As parlendas apresentam-se como recurso para a leitura “lúdica” (os jogos) e para a introdução da parlenda no mundo da leitura. Contém de certa forma, um enunciado lúdico pedagógico pela sua forma, ritmo, desenvolvendo o aspecto psicossocial da criança, pois a sua linguagem é simples e atraente.
     Em contato com as parlendas as crianças poderão dar os primeiros passos para a comunicação verbal.Ver-se dessa forma que, ao trabalhar “as parlendas” em sala de aula, o professor coloca a criança em contato com o saber popular, esse popular que muitas vezes é imprescindível no avanço da literatura infantil, pois, muitos dos clássicos da Literatura Infantil “nasceram do meio popular ou em meio culto para depois se popularizarem em novas adaptações”. (Nelly Novaes Coelho; p 20, 1982.)Fica evidente que parlendas, podem ter um papel importante no processo de alfabetização, não só pela sua familiaridade com o discurso da criança, mas também porque permite a ela a conquista da linguagem.O uso lúdico das parlendas ajuda as crianças a serem mais criativas, desinibidas, inteligentes, além de desenvolver sua dicção e aprendizagem geral.

Exemplos de atividades ; 
 

NOME:____________________________________________________


 COMPLETE A PARLENDA:

                                  A GALINHA DO VIZINHO
                                  BOTA OVO AMARELINHO

BOTA ________,

BOTA ________,

BOTA ________,
 
BOTA ________

BOTA ________,

BOTA ________,

BOTA ________,    

BOTA ________,

BOTA ________,

BOTA ________.









   
 Nome :______________________________________________

COMPLETE A PARLENDA COM AS PALAVRAS ABAIXO:

                                  REI,
                        ____________________,

                                 SOLDADO,

                      _____________________,

                                        MOÇA BONITA

                                        DO  MEU

                            ___ ___________ ______.





LADRÃO                CAPITÃO       CORAÇÃO


NOME:______________________________________________

COMPLETE A PARLENDA USANDO OS NÚMEROS: 


 _____, _____, FEIJÃO COM ARROZ


 _____, _____, FEIJÃO NO PRATO 

_____, _____, BOLO INGLÊS

 _____, _____, COMER BISCOITO

 _____, _____, COMER PASTÉIS.












NOME:______________________________________________


COMPLETE A PARLENDA COM AS PALAVRAS
ABAIXO:


UM, DOIS,_________________ COM ARROZ,

TRÊS, QUATRO, FEIJÃO NO _________________,

CINCO, SEIS, _________________ INGLÊS


.SETE, OITO, COMER _________________, 


NOVE, DEZ, COMER PASTÉIS.

PRATO      FEIJÃO


BOLO        BISCOITO













NOME:________________________________________


COMPLETE A PARLENDA:


                     SUCO GELADO
                     CABELO ARREPIADO
                     QUAL É A LETRADO SEU NAMORADO?




A , _____, _____, D , _____, _____, G , _____, _____, _____

 K , _____, _____, _____, O , _____, _____, R , _____, _____,


_____, V , _____, _____, _____, Z .










  Nome : __________________________________________ 


 ______________FOI AO MERCADO

NÃO SABIA O QUE COMPRAR

COMPROU UMA _______________ 

PRA COMADRE SE SENTAR

A _______________ SE SENTOU

A CADEIRA ESBORRACHOU

JACARÉ CHOROU, CHOROU,

O _______________ QUE GASTOU.
 

  Cantigas :
   Complete a cantiga: 









TÍTULO: EU ERA ASSIM





QUANDO EU ERA NENÊ,
NENÊ, NENÊ,
EU ERA ASSIM
EU ERA ASSIM
QUANDO EU ERA MENINA,
MENINA, MENINA,
EU ERA ASSIM
EU ERA ASSIM
QUANDO EU ERA MOCINHA,                      
MOCINHA, MOCINHA,                             
EU ERA ASSIM    
EU ERA ASSIM
QUANDO EU ERA CASADA,
CASADA, CASADA,
EU ERA ASSIM
EU ERA ASSIM
QUANDO EU ERA MAMÃE,
MAMÃE, MAMÃE,
EU ERA ASSIM
EU ERA ASSIM



TÍTULO: A BARATINHA

A BARATA DIZ QUE TEM
SETE SAIAS DE FILÓ
É MENTIRA DA BARATA
ELA TEM É UMA SÓ
AH AHA AHA
OH OH OH
ELA TEM É UMA SÓ
A BARATA DIZ QUE TEM
CARRO, MOTO E AVIÃO
É MENTIRA DA BARATA
ELA TEM É CAMINHÃO
AH AHA AHA
OH OH OH
ELA TEM É CAMINHÃO
A BARATA DIZ QUE COME
FRANGO, ARROZ E FEIJÃO
É MENTIRA DA BARATA
ELA COME É MACARRÃO
AH AHA AHA
OH OH OH
ELA COME É MACARRÃO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário